Área Restrita
Newsletter
Domingo, 21 de Setembro de 2014
Notícias
tamanho fonte 12fonte 14fonte 16
Metalúrgicos de Gravataí iniciam negociações na campanha salarial de 2014 para GM
Metalúrgicos de Gravataí iniciam negociações na campanha salarial de 2014 para GM
Foto: Playpress

A discussão das cláusulas sociais e metas dominaram o encontro realizado entre a comissão de negociação da General Motors e diretores do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí. As tratativas tiveram início em 27 de fevereiro e nesse momento acontecem reuniões de negociação para que seja levada proposta para votação em assembleia com a presença dos trabalhadores. 

- A classe trabalhadora vem sofrendo ataques desnecessários. Vamos negociar, mas exigimos respeito com os trabalhadores - afirmou o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, Valcir Ascari, o Quebra-Molas. 

A reivindicação do Sindicato dos Metalúrgicos é de reajuste salarial de 10% (inflação do período mais aumento real) em 1º de abril de 2014. Os trabalhadores também pedem abono salarial de R$ 3.500,00 e PPR de R$ 6 mil (no atingimento de 100% da meta). O piso salarial reivindicado pelo Sindicato é de R$ 1.850,00. 

A jornada de trabalho deve também ser reduzida para 40 horas semanais. Desde 2010, vem sendo tratada a diminuição da carga, estando atualmente em 41 horas por semana. 

A pauta conta ainda com um item que se refere a implantação do 3º turno. Os trabalhadores querem a garantia de emprego para quem for selecionado para esse turno. Nas cláusulas sociais é pedida a revisão da cota de participação com redução do valor da consulta médica. 

Estiveram presentes representando o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí os diretores Valcir Ascari, Noeldi Leal Trindade (Nando), Gualberto Cetrullo Dusser (Castelhano) e Edson Dorneles.



Fonte: Playpress Assessoria - 26/03/2014
imprimir Outros Enviar para um amigo